Buscar
  • ADVOGADO CRIMINAL

Polícia Civil cria Divisão de Crimes Cibernéticos

A Polícia Civil do Estado de São Paulo deu mais um passo rumo à modernização das investigações criminais com a criação da Divisão de Crimes Cibernéticos (DCCIBER), uma superestrutura contra os cibercriminosos.  As novas Delegacias foram criadas por meio de ato do Governador do Estado, João Doria, no Decreto nº 65.241, publicado na edição do Diário Oficial de ontem (14/10).

A criação da Divisão de Crimes Cibernéticos integra o projeto de modernização da Polícia Civil do Delegado-Geral da Polícia Civil de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes.  

Parte do efetivo será da 4ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Fraudes Patrimoniais Praticadas por Meios Eletrônicos. Novos policiais em formação na Academia de Polícia Civil de São Paulo (Acadepol) também integrarão a Divisão de Crimes Cibernéticos.

Todos os policiais terão expertise em investigação e combate ao cibercrime. Cinquenta deles já realizaram o curso de especialização em investigação e coleta de informações. Em outro curso, programado para novembro, 30 policiais vão se especializar em Técnicas de Investigação de Crimes Cometidos por Meio Eletrônico.

A DCCIBER será instalada no 16º andar do edifício Palácio da Polícia, localizado na Rua Brigadeiro Tobias, 527, Luz. O andar foi totalmente reformado para receber a nova Divisão. A DCCIBER está subordinada ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC). A nova Divisão será comandada pelo Delegado de Polícia Gaetano Vergine.

Na organização da DCCIBER foram criadas quatro Delegacias especializadas:

1ª Delegacia de Polícia sobre Fraudes contra Instituições Financeiras praticadas por meios Eletrônicos;

2ª Delegacia de Polícia sobre Fraudes contra Instituições de Comércio Eletrônico praticada por meios Eletrônicos;

3ª Delegacia de Polícia sobre Violação de Dispositivos Eletrônicos e Redes de Dados; e

4ª Delegacia de Polícia de Lavagem e Ocultação de Ativos Ilícitos por Meios Eletrônicos.

Além das quatro Delegacias, a DCCIBER contará com um Centro de Inteligência Cibernética (CIC) e um Laboratório Técnico de Análises Cibernéticas, (Lac-TAC).

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo