Buscar
  • ADVOGADO CRIMINAL

Golpe do Pix - Como Levantar Informações do Golpista? Busca CPF e Telefone Celular

Em Roraima, dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) afirmam que entre 2015 e 2021 foram registrados 1.553 boletins de ocorrência por fraudes em ambiente cibernético, conforme dados do Distrito Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos e o Denarc (Departamento de Narcóticos) da Polícia Civil. Os números não identificam especificamente os casos de estelionato sentimental, e sim tratam de forma genérica os crimes cometidos no mundo virtual.


Sedutor, carinhoso, compreensivo. Esse é o perfil dos criminosos que se aproximam de mulheres em aplicativos de relacionamento. Os estelionatários aproveitam a fragilidade emocional da vítima e logo oferecem uma proposta de investimento. A modalidade de extorsão usada por esses bandidos é conhecida como "golpe do amor" e organizada por quadrilhas especializadas que têm feito vítimas por todo o país.


Marcilene Ferreira dos Santos Melo, psicóloga do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (Chame), afirma que os estelionatários têm encontrado formas cada vez mais complexas para enganar as pessoas e um tipo de extorsão que tem chamado muito a atenção das autoridades é o estelionato sentimental, um tipo de violência patrimonial. Geralmente, o golpista cria perfis falsos nas redes sociais e não mostra o rosto em quase nenhum encontro virtual.


"É importante saber da idoneidade e identidade dessa pessoa, se ela realmente existe. Como as mulheres estão bem fragilizadas e acreditam que encontram um 'Dom Juan', passando uma imagem de bom moço, a manipulação é muito mais fácil e ele consegue tirar tudo das vítimas. Elas acabam caindo no golpe", ressaltou.


Solicitar videochamadas para conhecer melhor a pessoa e contar para próximos um possível encontro presencial também são dicas valiosas. "Mesmo assim, se o golpe for inevitável, é recomendável denunciar imediatamente numa delegacia para que seja registrado um boletim de ocorrência. Como ela foi totalmente prejudicada, precisa ser ressarcida desse prejuízo e o caso deve ser investigado", recomendou.


Segundo a Sesp, os maiores índices estão relacionados ao crime de estelionato. A secretaria reforçou ainda que crime cibernético e crime cometido em ambiente cibernético são coisas diferentes. No primeiro caso há uso de tecnologia e técnicas de invasão de redes e sistemas, e só pode ser cometido via internet. Enquanto no segundo, o que se tem é um crime comum, que pode ser praticado tanto presencialmente quanto pela internet, que é apenas uma ferramenta a mais.


Quanto às orientações de proteção, a população em Roraima precisa ficar atenta aos casos de estelionato em ambiente cibernético, pois golpes estão sendo aplicados com uso de "engenharia social", isto é, a habilidade do infrator em enganar, criar estórias, torcer conversas e por fim angariar vantagem com as informações obtidas. Um dos golpes mais utilizados pelos infratores atualmente é o furto de perfil de rede social (Instagram, Facebook, Tik Tok).


Os infratores buscam perfis de vítimas que possuam um bom número de seguidores e enviam mensagens oferecendo promoções ou alegando fazer parte de órgãos públicos. A vítima acaba repassando dados pessoais, o que facilita a entrada no perfil. De posse da conta, os infratores alteram senha, e-mail de recuperação e telefone. Em seguida, passam a fingir a venda de objetos móveis e imóveis por preços irrisórios a todos os contatos. Os seguidores acabam confiando no perfil da vítima e transferem valores a contas de terceiros, para comprar os bens.


Em caso de furto de perfis nas redes sociais, a orientação é que a vítima registre o boletim de ocorrência e peça imediatamente a seus contatos para denunciarem o perfil. A vítima também deve se informar na plataforma sobre como tentar conseguir de volta sua conta.

Outra orientação para manter a segurança dos perfis é não repassar informações pessoais via redes sociais, telefone ou SMS, e não repassar pix ou transferência bancária para terceiros. Em caso de repasse de valores, solicitar imediatamente ao banco a contestação da transferência para recuperar o dinheiro, além de denunciar aos órgãos de fiscalização.


Golpe vira documentário em streaming


"O Golpista do Tinder", documentário exibido na Netflix, conta a história de Simon Leviev, homem que se passava por um magnata do ramo de diamantes e apresentava fotos de viagens de família manipuladas e editadas para levantar uma falsa impressão de bom filho e bom moço. O filme mostra os vários golpes e as estratégias que ele usava para manipular mulheres e conseguir tirar delas milhões de dólares.



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo