Buscar
  • ADVOGADO CRIMINAL

Golpe do Leilão, O que Fazer? Como Conseguir o Dinheiro de Volta?

Golpes cometidos por meio de falsos leilões na internet saltaram durante o período da pandemia, de acordo com dados da Associação dos Leiloeiros Oficiais do Estado de São Paulo (Aleoesp).

Centenas de páginas virtuais usam nomes de seguradoras de veículos, departamentos de trânsito nacional, estaduais e municipais, de bancos públicos e de leiloeiros oficiais, causando prejuízos significativos aos compradores.

CONVERSE AGORA COM O ADVOGADO ESPECIALISTA - CLIQUE AQUI

Os falsários colocam fotos, documentos e informações sobre os bens e criam mecanismos para que a vítima ofereça um lance.

Após vencer o leilão, a pessoa recebe a carta de arrematação com a ordem de pagamento via boleto ou por meio de depósito em contas registradas em nome de laranjas, como se fosse a conta do leiloeiro oficial. Após o pagamento, o dinheiro desaparece.

ALERTA. Os golpistas agem sempre com ousadia. Em dezembro do ano passado, depois de detectar páginas fraudulentas que tentavam simular o Sistema de Leilão Eletrônico oficial da instituição, a Receita Federal viu-se obrigada a publicar um alerta.

A Receita esclarece que os leilões de mercadorias apreendidas pela instituição não são realizados em sites privados, apenas pelo Sistema de Leilão Eletrônico, acessado via site oficial da Receita Federal, sendo necessário possuir certificado digital para participar.

CAIU NO GOLPE, SAIBA O QUE FAZER:

PASSO 1: COLETA DE INFORMAÇÃO

Se você é arrematante e acredita ter caído no golpe do leilão o primeiro passo para denunciar um crime virtual consiste em reunir as informações e dados do crime. Portanto, você deve salvar tudo que pode auxiliar a provar o crime cometido, desde e-mails, fotos de telas (print screen), filmagem do site, qualquer dado do criminoso, conversas em aplicativos, gravações de telefonemas entre outros. Ou seja, nessa etapa é essencial armazenar todos os materiais e arquivos que comprovem o crime. Lembre-se que identificar e localizar os estelionatários não é fácil pois existem inúmeras formas de camuflar a identidade na Internet e as quadrilhas vivem criando novas maneiras de fazer isto. Por este motivo a documentação de tudo é importantíssima. Além disso, é importante salvar essas informações de forma segura e em mais de um local para evitar a perda dos arquivos e comprometer a denúncia que será realizada.

PASSO 2: GANHAR TEMPO

A princípio não tente confrontar os estelionatários e não mostre que esta desconfiando pois ao menor sinal disto eles somem e a tentativa de localização ficará mais difícil. O ideal é que você ganhe tempo e comece a criar uma espécie de armadilha para os mesmos. Por exemplo, se Ainda não pagou assim que receber o email com dados de pagamento você pode informar que fez o pagamento via DOC e que este leva até 2 dias para compensar. Com isto você mantém o contato com os mesmos e se dirija o mais rápido possível para uma delegacia de Crimes Virtuais. Se em sua cidade não existir uma delegacia específica de Crimes Virtuais você deve procurar a delegacia mais próxima para registrar o Boletim de Ocorrência.

PASSO 3: BOLETIM DE OCORRÊNCIA (BO)

Esta etapa também está relacionada a um registro, que deve ser realizado em delegacias de polícia (especializada ou não). Se você conseguiu ganhar tempo e ainda esta em contato com os estelionatários esta deve ser a primeira informação que deve dar para a Autoridade policial pois desta forma existe a chance de ser iniciada a investigação e este contato ser usado para chegar aos estelionatários.

Após essa etapa, a denúncia do crime virtual estará completa e cabe a vítima aguardar a investigação policial.

PASSO 4: DENUNCIE NO SITE WWW.FRAUDEEMLEILOES.COM

Embora muitos casos possam não ser solucionados, a divulgação e denúncia é a melhor forma de evitar que os criminosos sigam praticando esses crimes. Assim, a partir desse momento, é essencial que você busque se proteger e auxiliar outras pessoas vítimas de crimes virtuais. Para isto mantemos e atualizamos o Site. Nosso objetivo é formar uma Rede do bem contra estas quadrilhas que se aproveitam do despreparo e falta de informação das pessoas para continuar praticando estes crimes.

PROCURE UM ADVOGADO DE SUA CONFIANÇA.

Através do seu advogado, judicialmente, o estelionatário será devidamente qualificado tendo que arcar com os danos materiais e, eventualmente morais, do crime virtual realizado.



0 visualização0 comentário