Buscar
  • ADVOGADO CRIMINAL

Embriagado, dono de bar desacata policiais dizendo ser 'tenente da base' e é preso em flagrante

O dono de um bar, localizado na rua Joaquim Murtinho, em Campo Grande, foi alvo de vistoria após uma equipe policial fazer rondas ostensivas na região do Itanhangá Park e perceber grande aglomeração no local, na noite desse sábado (28).

Conforme o registro da ocorrência, os policiais pararam no local e solicitaram o alvará de funcionamento. De início, uma pessoa de 29 anos afirmou que o documento estava no notebook, atrás do balcão de atendimento. Em seguida, quando os militares perguntaram o motivo do alvará não estar "em local visível e de fácil acesso", o suspeito demonstrou nervosismo e então teria "aumentado o tom de voz", ressaltando aos militares para pegarem lá no computador.

Os policiais disseram que ele então passou a fazer piadas sobre os policiais, em "tom de voz alta e agressiva". Em seguida, outro suspeito, de 28 anos, que, segundo a equipe policial, estava em "visível estado de embriaguez", alegou ser o dono do local. Ele então passou a desacatar o comandante da guarnição, ressaltando que "o bar era dele e os policiais não tinham nenhuma autoridade para estar naquele local, nem mesmo pedir para ver o alvará de funcionamento, pois o bar era dele e ele é tenente da Base Aérea, portanto, superior ao subtenente".

Os policiais disseram que o suspeito continuou a fazer ofensas, momento em que foi dada voz de prisão por desacato a ele e ao outro suspeito. Eles não obedeceram e houve a necessidade de apoio de mais viaturas. Ambos então foram algemados e levados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

No local, um dos suspeitos apresentou uma cédula de identidade de médico licenciado da base. O caso foi registrado como desacato, desobediência ou exigir informação ou cumprimento de obrigação, inclusive o dever de fazer ou de não fazer, sem expresso ou amparo legal.

G1

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo